domingo, 8 de março de 2009

Neemias, Líder Exemplar

NEEMIAS, LÍDER EXEMPLAR
“Lembra-te de mim, Deus meu, para o meu bem”. (Ne 13:31).
INTRODUÇÃO
Na vida de Neemias encontra-se um dos mais extraordinários exemplos biblicos de liderança inspiradora. Há épocas em que seus métodos parecem vigorosos demais, porém, ele foi usado por Deus para realizar reformas espetaculares na vida da nação, num tempo incrivelmente curto.
Analisando-se sua personalidade e métodos, verifica-se que os métodos que ele adotou foram eficientes apenas por causa da qualidade de seu caráter.
I)Qualidades de sua Liderança:
1.Vida de Oração – A primeira impressão que se reecbe ao ler sua história é que Neemias foi um homem de oração. Sua primeira reação ao ouvir da triste situação de Jerusalém foi voltar-se para Deus em oração, o que evidencia que ele não era um estranho diante do trono da graça. O registro sagrado está todo salpicado de orações curtas e espontâneas. Para Neemias, oração não era apenas um exercicio para determinadas ocasiões, mas uma parte vital do trabalho e da vida diária (1:4,6; 2:4; 4:4,9; 5:19; 6:24;13:14,22,29).
2.Coragem – Ele demonstrava coragem face a grandes perigos. “Homem como eu fugiria? E quem há, como eu, que entre no templo para que viva? De maneira nenhuma entrarei” (Ne 6:11). Esta demonstração de firmeza e de falta de medo foi importante para aumentar o moral de um povo desencorajado.
Ele manifestou interesse genuíno pelo bem-estar do povo, um interesse tão óbvio que até seus adversários o comentaram. “E muito lhes desagradou que alguém viesse a procurar o bem dos filhos de Israel” (Ne 2:10). Seu interesse achou expressão no jejum, nas orações e nas lágrimas (Ne 1:4-6). Neemias identificou-se com seu povo, não apenas em suas tristezas, mas também em seus pecados: “Faço confissão pelos pecados dos filhos de Israel, que temos cometido contra ti, pois eu e a casa de meu pai temos pecado” (Ne 1:6).
3.Visão – Tendo conseguido a atenção favorável do rei, pediu cartas para os governadores através de cujos territórios deveria o povo passar. Mas seus pensamentos foram mais adiante, para a tarefa que o aguardava em Jerusalém, e ele pediu também cartas para o guarda das florestas do rei, de modo que pudesse obter a madeira necessária para as vigas das portas da cidadela do templo, para os muros da cidade (Ne 2:8). Ele planejava as coisas com muito cuidado.
4.Prudência – Havia uma corrente de precaução sadia, percorrendo todas as atividades em que Neemias estava envolvido. Ao chegar em Jerusalém, não embarcou precipitadamente no trabalho “Cheguei a Jerusalém, onde estive três dias” (Ne 2:11). Só depois deste lapso de tempo, durante o qual estivera avaliando cuidadosamente a situação, é que ele agiu. E mesmo então, sua prudência inata levou-o a manter silêncio a respeito dos propósitos de sua vinda. Até mesmo o reconhecimento das ruinas da cidade foi feito sob a capa da noite escura (Ne 2:12-17).
5.Empatia – (se colocar no lugar do outro). Estava disposto a ouvir com muita simpatia os problemas e reclamações do povo, e tomava providências para sanar a situação (Ne 4:10-12;5:1-5). Certo lider fez a seguinte observação a respeito de um subordinado: “Eu não iria permitir que ele chorasse no meu ombro!” Mas, é para isso que existe o ombro do lider!
6.Imparcialidade – As decisões e ações de Neemias se caracterizavam por estrita imparcialidade. Ele jamais fez discriminação de pessoas. Os nobres e os dirigentes recebiam censura quando merecidas, tanto quanto o povo comum. “Reepreendi os nobres e magistrados...convoquei contra eles um grande ajuntamento (Ne 5:1-12).
7.Renúncia – Neemias não fugiu às mais pesadas implicações que isto acarreta, mas estava preparado para cumprir suas obrigações, apesar de todas as dificuldades, até a consumação com sucesso dos objetivos finais (Ne 5:13-19).
8.Resoluto – Se manteve firme diante das ameaças e oposições (Ne 6:1-4)
9.Otimista – É uma das mais importantes funções do lider responsável. Ele conseguiu isto estimulando-lhes a fé, e dirigindo seus pensamentos para longe da grandeza de seus problemas imediatos, e para bem perto da grandeza e fidelidade de Deus. (Ne 6:8-9); (Ne 2:1-20); (Ne 4:1-6). Fé gera Fé. O pessimismo gera descrença. É responsabilidade primordial do lider espiritual alimentar a fé de seus companheiros.
10.Experiência com Deus – Só talentos não basta, é preciso Ter intimidade com Deus, e transmitir isto para o povo – (Ne 2:18).
11.Compromisso com o Discipulado – Restarou a autoridade da Palavra de Deus. Ele impôs vigorosamente os padrões da palavra de Deus, a qual emprestou autoridade espiritual às suas ações. Não podemos abrir mão de nossos principios biblicos. A Palavra sempre leva ao quebrantamento (Ne 8:9).
12.Fidelidade – Ir até o fim! O teste da liderança espiritual é se ela resulta na consecução bem sucedida de seus objetivos. No caso de Neemias isto não fica em dúvida. A Palavra de Deus nos diz: “Acabou-se, pois, o muro” (6:15). Como está o nosso muro?
(EXTRAÍDO)

Nenhum comentário: